OCT | Dia de Campo Especial realizado via Rural Sustentável acontece no Baixo Sul da Bahia.

Desde 2016 a Organização de Conservação da Terra (OCT) participa do Projeto Rural Sustentável, iniciativa implementada pelo  Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade (IABS), com o apoio técnico do Banco do Brasil S/A e realização do Governo do Reino Unido (Department of Environment Food and Rural Affairs - DEFRA), Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Em 2019, as atividades seguem acontecendo e, no dia 20 de fevereiro, foi realizado um Dia de Campo Especial, beneficiando mais de 100 agricultores da região do Baixo Sul da Bahia.

Valdomiro Junior, Líder de Conservação Produtiva da instituição, explica que a OCT aprovou junto ao Rural Sustentável nove unidades demonstrativas de tecnologias de baixo carbono, como os SAF e reflorestamento e a propriedade de Arival Mamédio (Comunidade Cachoeira Alta, Piraí do Norte), local onde ocorreu o encontro, é uma delas. “Arival é um agricultor apoiado pela OCT desde 2012, faz parte da Rede de Agroecologia Povos da Mata, e já possui certificado orgânico de sua propriedade”, explica.

O tema do Dia de campo especial foi Implantação e Manejo Agroecológico de Sistemas Agroflorestais. Durante o dia foram discutidos conhecimentos teóricos e foram realizadas práticas sobre Implantação e manejo de SAF; Produção e uso de biocalda; Produção e uso de compostagem (bokashi);  Manejo agroecológico de pragas e doenças;  Práticas de conservação do solo e da água e  Certificação participativa orgânica. Todas as práticas buscaram apresentar ao produtor rural técnicas agrícolas de baixo custo, alta eficiência e em consonância com a conservação e restauração do meio ambiente.

No evento, os produtores tiveram a oportunidade de tirar dúvidas, conhecer a realidade de outros produtores e ver de perto os resultados das técnicas estudadas através da Unidade Demonstrativas do Sr. Arival Mamédio. Como diz a produtora Maria do Carmo:  “Quanto mais a gente aprende é melhor. As vezes a gente trabalha de uma forma, mas existe outra melhor de fazer aquele trabalho. Então, em um dia de campo desse é o espaço para a gente trocar conhecimentos, tirar as dúvidas, visitar as áreas e ver com os próprios olhos que é verdade aquilo que está sendo ensinado. Isso é muito importante, aqui a gente pode ser a realidade de cada um e como colher o melhor de nossas propriedades”, relata.

O Dia de Campo Especial foi mais uma oportunidade de reforçar conhecimentos e técnicas exitosas no campo. Além de uma oportunidade de compartilhar vivências e experiências que cada agricultor e agricultora passam no cotidiano de suas propriedades, mostrando com exemplos reais boas práticas agrícolas e ouvindo relatos dos perigos à saúde e ao meio ambiente advindos das práticas nocivas e o uso indiscriminado de agrotóxicos.

A produtora Nilzete Pereira dos Santos é uma Agricultora Multiplicadora de Agricultura Sustentável desde 2015 e diz que o Dia de Campo Especial foi mais uma oportunidade de aprender e ensinar, de conhecer pessoas novas e técnicas agrícolas exitosas. “Na minha propriedade já apliquei muitas técnicas que eu aprendi nos dias de campo do Rural Sustentável. Cada dia desses a gente tem um novo conhecimento, conhece novos produtores, faz contatos. Tudo isso ajuda a gente a ter uma propriedade que produz mais e que respeita o meio ambiente. Além disso, fico feliz de poder compartilhar minha experiência e ouvir a dos outros”, explica.

 


  • 01/03/2019 • Geral

Parceiros