OCT | Gestão da propriedade rural é tema de capacitação envolvendo OCT, ManejeBem e Fundação Cargill

Com o objetivo de incentivar os produtores a melhorarem a gestão rural de suas propriedades adotando métodos estratégicos, a OCT em parceria com a ManejeBem e a Fundação Cargill promoveram uma capacitação no dia 20 de julho, no Distrito de Itamarati, Ibirapitanga – BA.

O objetivo da ação foi direcionar os produtores rurais para tomada de decisões rápidas e assertivas para a administração e manutenção da propriedade.

O encontro, intermediado por Eduardo Mamédio, Coordenador da Conservação Produtiva da OCT, juntamente com Amauri Souza e José Paixão, agentes de ATER da organização, e orientado pela equipe ManejeBem por meio de vídeo interativo, possibilitou trocas de conhecimento e experiências relacionadas às estratégias que precisam ser dotadas para o bom desenvolvimento de uma propriedade rural.

O compartilhamento de técnicas que promovam a ascensão dos produtores rurais na região do Baixo Sul da Bahia é umas das linhas de atuação da OCT, assim os produtores se apropriam dessas técnicas e fazem de suas propriedades modelos para os vizinhos, potencializando a ação dos conhecimentos e experiências adquiridos.

Segundo Messias Almeida, morador da Comunidade Buris Sabão, a capacitação foi muito proveitosa, principalmente por proporcionar um tema indispensável para a região. O produtor destaca que é necessário sempre estar atento e preparado para observar todos os fatores que envolvem a propriedade, desde a comercialização da produção, compra de insumos, concorrência, aspectos ambientais e sociais.

“Esse dia aqui foi importante e eu só tenho a agradecer por essa oportunidade concedida pela OCT e pela ManejeBem. Nós produtores precisamos ter as noções básicas para gerir a nossa propriedade, esse caderno de campo que recebemos pode nos ajudar muito na organização das despesas, porque nossa propriedade não pode ser enxergada apenas como uma roça, mas sim como uma empresa e por isso precisamos saber organizar tudo”, conclui Almeida.

Josefa, produtora que também participou da capacitação, ressalta que é importante anotar as despesas, mas confirma que não tem o hábito de seguir um planejamento dentro da propriedade. “Essa capacitação abre os nossos olhos, a gente vai levando, achando que não precisa anotar as coisas, mas aqui a gente percebeu que faz uma grande diferença no resultado da produção. Pretendo seguir as orientações desse caderno de campo, assim vou criar o hábito de anotar aqui os custos, produtos, insumos, etc”, declara a cacauicultora.

Na oportunidade, alguns produtores instalaram o Manejechat, um aplicativo de assistência técnica que possibilita o contato online entre produtor e profissionais da área agrícola, desenvolvido pela ManejeBem. Na plataforma é possível tirar dúvidas e receber assistência técnica remota, além de informações relevantes para o bom trabalho no campo.

 


  • 21/07/2022 • Geral

Calendário 2022

Calendário 2022

Calendário Anual 2022 com espécies da Mata Atlântica.

Parceiros