OCT | OCT participa da Semana do Clima para a América Latina e Caribe

Na semana de 19 a 23 de agosto, Salvador (BA) sediou a Semana do Clima para a América Latina e Caribe (Climate Week).  O evento foi realizado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e discutiu as questões climáticas regionais e do planeta. O encontro contou com participação de líderes, atores políticos, sociedade civil, cientistas e pesquisadores nacionais e de outros 26 países, alcançando um público de mais de cinco mil pessoas.

As discussões buscaram encontrar soluções para os crescentes desequilíbrios climáticos atuais, tais como aumento da temperatura, escassez de água potável, aumento do nível do mar e desmatamento das florestas. O debate permeou pelo investimento em energia limpa e renovável, reflorestamento e uso sustentável dos recursos naturais. Além de palestras, rodas de discussões, workshops sobre meio ambiente e mudanças climáticas, a programação contou com passeio ciclístico por pontos turísticos de Salvador, com emissão zero de CO2.

 

Para a Organização de Conservação da Terra (OCT), participar da Climate Week foi uma possiblidade de compartilhar conhecimentos, fazer contatos que defendem a mesma causa e confirmar que o trabalho realizado na Área de Proteção Ambiental (APA) do Pratigi, no Baixo Sul da Bahia, onde a OCT atua, está no caminho certo. Segundo Joaquim Cardoso, Diretor Executivo da OCT e participante do encontro, “a OCT mitiga os efeitos das mudanças climáticas através do Planejamento da Paisagem de sua área de atuação e a implementação sincronizada de 12 linhas de atuação que preenchem todos os requisitos de Desenvolvimento e Crescimento Regional Integrado com Sustentabilidade. Tudo objetivando o equilíbrio dos fluxos de vida: solo, água, flora, fauna, seres humanos e seus negócios”.

Cardoso ainda diz que “não existe divisão de opiniões e propostas, todos, igualmente, têm que oferecer suas contribuições, dentro da lógica de que as questões ambientais são superiores aos interesses fracionados. O meio ambiente tem que ser tratado como unanimidade, de obrigação de todos, constituindo um objetivo comum e superior.”

O evento foi percussor para a Conferência das Partes 25 (COP25), reunião da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC), que ocorrerá em dezembro, no Chile, país que está entre as dez nações mais afetadas pelas mudanças climáticas.

 


  • 02/09/2019 • Geral

Parceiros