OCT | Representantes da OCT participam de evento em Brasília para receber prêmio do Projeto Rural Sustentável

Técnicos e dois produtores assistidos pela Organização de Conservação de Terras (OCT) do Baixo Sul da Bahia  estiveram em Brasília para receber prêmio do Projeto Rural Sustentável. O evento ocorreu na primeira semana de maio e contou com a presença de outros produtores, organizações e técnicos também premiados de várias regiões do Brasil. A cerimônia apresentou uma ambientação com elementos da cultura agrícola da Mata Atlântica e Amazônia, caracterizando a produção de alimentos e a consciência ambiental no campo.

         Eduardo Mamédio (centro) recebendo  premiação.

Para Eduardo Mamédio, representante da OCT enquanto organização premiada, obter a premiação e participar do evento foi uma forma de evidenciar uma parceria importante entre OCT e o Programa Rural sustentável. “A cerimônia de entrega do prêmio foi emocionante, vimos os principais resultados do projeto em todo o país e conhecemos outras experiências exitosas de agricultores e de Instituições de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER). Estar entre os premiados, tanto a OCT quanto os agricultores que atendemos, e ver nossas imagens e depoimentos nesse evento, foi muito gratificante. É uma confirmação de que estamos no caminho certo”, relata Mamédio.

O evento também foi marcado pela presença de autoridades como Marcos Montes, Ministro de Estado Interino do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, Vijay Rangarajan, Embaixador do Reino Unido, Alexandre Meira Rosa, Vice-Presidente de países do Banco Interamericano de Desenvolvimento, Fernando Camargo, Secretário de Inovação Desenvolvimento Rural e Irrigação do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento.  

          Martinha Conceição (esquerda) e Amauri Cruz (direita) recebendo premiação

Para Martinha da Conceição, agricultora premiada na categoria de geração de trabalho e renda, participar do momento foi uma oportunidade de viver novas experiências que deram certo. “São pessoas como nós, agricultores que vivem da terra e que trabalham de uma maneira que respeitam o ambiente. Lá, pude perceber como essa ação do Projeto Rural Sustentável foi grande e pude ver minha contribuição sendo exibida para todos. Eu faço parte desse movimento”, declara Martinha.

Além de celebrar o encerramento da I Fase de trabalhos nos meios Amazônico e Mata Atlântica e realizar a premiação dos ganhadores, o Projeto Rural sustentável oficializou, também, o lançamento da Fase II – Cerrado e Caatinga.

 

 

 


  • 31/05/2019 • Geral

Parceiros